Subscrever-se no SeuPrazer.Net – Fetiches Subscrever-se nos SeuPrazer.Net – Fetiches comentarios

Postagens que tem a tag ‘Jot@SM’

A matemática da não exclusividade BDSM

Postagem tirada do blog do Jot@SM

Ter uma irmã de coleira…

Irmã de coleira

Não é diminuir a atenção do Mestre,
É SOMAR AS FANTASIAS;

BDSM 2

Não é dividir o Dono,
É MULTIPLICAR O PRAZER.

Tortura e Castigo

Este ensino foi escrito pelo: Mestre Jot@SM

Tortura e castigo

É importante se distinguir antes a diferença entre “tortura” e “castigo”.

Tortura é uma prática presente nas sessões, relações e cenas BDSM (inclusive entre os Mestres mais dominadores e menos sádicos).

Consiste em se infringir dor à escrava (masoquista ou submissa) sem qualquer “motivo”, por puro capricho do Mestre e para seu deleite.

Bondage tortura

Tal prazer pode ser compartilhado pela escrava se ela for masoquista, ou simplesmente suportado se for somente submissa.

… Continuar a leitura disso… »

A coleira no BDSM

Este ensino foi escrito pelo: Mestre Jot@SM

Inicialmente, é importante frisar que o uso da coleira não está ligado estritamente à prática do “DogWoman”, (dogplay) que consiste em fazer diversos jogos e cenas que comparem a escrava à uma cadela.

Coleira no BDSM

E, principalmente, o uso da coleira pela escrava em hipótese alguma é uma humilhação para a mesma. Muito pelo contrário. Uma escrava tem o orgulho de portar a coleira de seu Dono, pois ela demonstra a sua entrega e convicção, além da assunção daquele que escolheu para servir.

Assim, a coleira simboliza no BDSM aquilo que a aliança de ouro representa no matrimônio.

 

Neste contexto, existem três tipos básicos de coleira:

… Continuar a leitura disso… »

Texto - Orgulho de ser escrava

Este relato real foi escrito pelo: Mestre Jot@SM

Junto com a dedicação e a convicção em sua entrega, nada é mais fascinante em uma escrava que o orgulho.

Mais uma vez destaco a importância, grandeza e beleza deste sentimento na escrava.

Vencendo, superando seus limites acima do puramente consensual e prazeroso, para adentrar com este orgulho e desejo de superação até mesmo em limites criados por restrições físicas.

Isso é ir além da “facilidade” concedida às “e”scravas de IMPOR limites e consensualidade exagerados, até mesmo de puro e simples gosto ou covardia, ou da “comodidade” que ela pode exercer de tentar expurgar do Dono suas exigências e liturgias em nome de uma relação fácil que só agrada e facilita aos embustes.

Orgulho de uma escrava1

É assim que ainda se confunde o significado de “orgulho de escrava“, julgando ser o mesmo o direito dela de impor seus limites ou de alertar o Mestre quando este os infringe.

Ou mesmo ser orgulho de escrava ela não vergar ou ser rebelde e empostada.

Mas não é nada disso.

O orgulho da escrava está em SER “E”scrava.

Em tentar ser a melhor, em se orgulhar de sua dedicação, entrega, docilidade e submissão.

E, principalmente, o orgulho em querer se superar sempre, até mesmo em seus mais intransponíveis limites.

Orgulho de uma escrava2

… Continuar a leitura disso… »

GATA ou CACHORRA???

Dog

Me perdoem as amantes dos gatos.

Nada contra os felinos, mas convenhamos, eles podem ter tudo a ver com a patricinha das baladas, mas NADA com a escrava submissa.

PORQUE ESCRAVAS SÃO CHAMADAS DE “CADELAS” E NÃO DE “GATAS”?

… Continuar a leitura disso… »

Poema - Louco e Normal

Punhal BDSM

Se tentar entender e definir um dom, um instinto e um sentimento tão intensos
É SER LOUCO
E apenas se aproveitar dos momentos bons que eles proporcionam, sem conceituá-los
É SER “NORMAL”
Opto por ser louco
Foto Noturna, Papel de Parede11
Se expor suas idéias tentando desmarginalizar algo que vê como tão especial
É SER LOUCO
E se restringir à mediocridade do politicamente correto e socialmente amigável
É SER “NORMAL”
Quero ser louco
Foto Noturna, Papel de Parede10

… Continuar a leitura disso… »