Subscrever-se no SeuPrazer.Net – Fetiches Subscrever-se nos SeuPrazer.Net – Fetiches comentarios

Postagens que tem a tag ‘Domme’

Domme x Masoquista

Masoquista conhecendo a Domme

Domme boazinha e bondage

Salvando o Casamento

Autor: Mt_Jdi

Domme de escravA

Tales e Maria estavam casados a pouco mais de 1 ano. Porém o casamento deles já parecia ter caído em rotina.

Durante os anos de namoro, eles experimentaram e praticaram muitas fantasias, um do outro. Sempre foram muito bem resolvidos em relação a sexo.

Com o passar do tempo, Tales foi ficando mais afastado de suas fantasias com Maria, talvez porque ela havia engordado um pouco, o trabalho de casa a deixava ocupada e cansada demais… Enfim, eles por algum tempo ficavam só no “papai-mamãe”.

Sempre que praticavam BDSM, Tales dominava Maria de várias maneiras, ela sempre gostava e gozava em sua posição de sub, algumas vezes, ele sugeriu que ela a dominasse, e para isso lhe dava vários tipos de presentes, como botas cano alto, roupas sexy e acessórios. Ela, das poucas vezes que praticou seu lado Dominatrix, pouco fez, e por varias vezes acabou cedendo e voltando a posição de submissa.

Tales ficava horas a fio na frente do PC de sua casa, as vezes lendo contos em inglês e as vezes apenas admirando fotos de BDSM. Certo dia, enquanto Maria trabalhava no PC, algo nela despertou e ela começou a procurar o motivo que Tales ficava ao PC por varias horas. Foi quando ela abriu algumas pastas e pode ver varias fotos, vídeos, clips e até alguns contatos de escravas e Dommes na região de onde vivem.

… Continuar a leitura disso… »

FALSA SUBMISSÃO - Polêmico

Pode não parecer, mas como existem os falsos Dominadores, existem também os falsos submissos e submissas. Os motivos que levam as pessoas a este embuste são diversos e para tratar da falsa submissão vou dividir o assunto em duas partes.

A primeira parte; a falsa submissão feminina e a segunda; a falsa submissão masculina.

PRIMEIRA PARTE: falsa submissão feminina

Carência Feminina

O que torna uma submissa uma falsa submissa, como é de se imaginar, são os objetivos da sua submissão. Desde que não seja o sincero prazer erótico obtido através do ato de servir ao Dominador que ela escolher e aceitar, ela é uma falsa submissa.

Ela pode aceitar se submeter porque apaixonou-se ou ama um Dominador ou Sádico, mas não sente nenhum prazer na prática e sinceramente desejaria que Ele fosse diferente. Nesse caso a sua carência afetiva a faz submissa e não o prazer erótico, ou melhor dizendo, sua carência a faz uma falsa submissa.

Outras vezes por frustrações nos seus relacionamentos convencionais, onde os homens aparentemente são muito mais exigentes quanto a beleza física, atributo do qual ela não é lá muito bem dotada, e a concorrência é grande, ela resolve conhecer novos universos, mas mais uma vez por pura carência afetiva. Nesse caso ela acaba por conhecer um Dominador e aceita submeter-se às práticas BDSM em troca de um pouco de afeto e atenção, mas isso não a faz uma autêntica submissa, cujo o prazer está no servir e não na pessoa em si, ou no preenchimento de uma lacuna afetiva aberta na alma.

… Continuar a leitura disso… »

Sem medo - Conto sadomasoquista

– O ambiente era escuro, lembrando uma masmorra da Idade Média. A decoração era toda em vermelho e preto. Nas paredes estavam pendurados quadros com desenhos que mostravam toda sorte de punições que alguém poderia sofrer naquele lugar.

Chegara até ali, estava indeciso, não sabia se seguia em frente ou recuava. Desejava ardentemente realizar sua fantasia, mas o medo o atormentava. Inconscientemente se condenava. Enquanto pensava dirigia-se a uma ante-sala indicada por uma recepcionista trajada com roupas de couro. Esperava ouvir gritos ou outros sons que pudessem atemorizá-lo. Ouvia apenas uma suave música e, estranhamente, ela aumentava sua excitação. Descobrira aquele local lendo uma publicação erótica, telefonara se informando sobre o local, valores cobrados e outros detalhes. Agora a ansiedade quase o matava.

 Quadros

Pode aguardar que ela já vem.” Ao ouvir estas palavras acordou de suas divagações. Encarou a recepcionista respondendo com um sorriso e um agradecimento. Observando-a melhor viu que era muito bonita e bem feita de corpo. Nesta sala mais quadros desta vez eram fotos e não desenhos. Observava cada um deles notando que em todos havia sempre a mesma mulher.

  … Continuar a leitura disso… »

NOITE  INESQUECÍVEL

masoch – 15/12/1999

Sábado à tarde. Fui visitar minha Mestra em Sua terra natal. O dia estava chuvoso quando Ela me encontrou na rodoviária.

Passamos em um shopping para que eu cumprisse minha promessa: presenteá-La com um par de sapatos por ocasião de Seu aniversário. Após muitas voltas olhando as vitrines, achamos o par perfeito: marrom escuro e salto 7. Ficou perfeito naqueles pés fantásticos!

Chegando à casa, jantamos e, em seguida, tomei um banho caprichado, observando cada detalhe. Não saí até ter certeza de que estaria limpo o suficiente para agradá-La. Nos sentamos lado a lado em frente ao computador, onde Ela me mostrou algumas coisas interessantes. Perguntei sobre uma calça que Ela havia mandado fazer sob medida para um submisso: confeccionada em saco de farinha e amarrada por um cadarço. Experimentei a calça e acho que Ela gostou, pois, em seguida, ordenou que me ajeitasse embaixo da mesa, sob Seus pés. Deitado de frente para a cadeira, pernas abertas, me posicionei de forma que minha genitália ficasse bem abaixo daqueles pés divinos.

… Continuar a leitura disso… »