Subscrever-se no SeuPrazer.Net – Fetiches Subscrever-se nos SeuPrazer.Net – Fetiches comentarios

Postagens que tem a tag ‘bunda’

33 tipos de mulher que o corno tem ou quer ter

No universo de relacionamentos de diferentes tipos dentro do estilo de vida Cuckold, ou Corno manso, ou Marido Liberal, ou Namorado Consentidor, ou Relacionamento Aberto (como preferirem chamar…), muitos estilos de comportamento feminino podem ser identificados.
Abaixo, listei alguns que são típicos (não que sejam os únicos, muitos são até misturados), e caso algum feche com o seu ideal, comente, participe!

1. TÍMIDA INDECISA:

Ela não tem certeza se quer. Na verdade, até sabe que quer, mas não sabe se as consequências não serão ruins para o relacionamento, ou para a imagem dela. Muitas esposas e namoradas liberais são assim no começo. E ela só vai se soltar e confiar, na medida em qe você, Corno, se fizer confiável e seguro de que vai amá-la e respeitá-la mesmo depois que estiver nos braços de outro!
Ela pode ter elementos da educação e da cultura familiar travando suas fantasias, então, respeite os limites dela, mas mantenha o “convite” aberto para soltar-se quando quiser. Estimule, mas não force a barra. Ela vai se soltar no tempo dela. E se não se soltar, é por que não faria bem pra ela. Então, jamais force a barra.

2. FANTASIOSA / COSPLAY

Ela adora a fantasia de incorporar personagens. Se você for esperto, vai saber conduzir as fantasias dela para as suas. Entrar no jogo pode ser uma boa forma de fazer com que a realidade seja deliciosamente engolida pela fantasia.

… Continuar a leitura disso… »

Descoberta da chuva dourada

O fato que narrarei, ocorreu com um jovem residente de Americana, cidade do interior de São Paulo, em 2005. Os nomes que citarei são fictícios. Lucas filho único de pais separados, começou a manifestar aos nove anos, o desejo de se vestir de mulher. Quando a mãe se ausentava para trabalhar, experimentava suas roupas e sapatos. Aos 14 anos compreendeu a própria sexualidade como Cross Dresser, admirava no espelho, seu corpo esguio, vestido em roupas íntimas que tomava emprestado da mãe. Mas por ser ainda muito novo, procurava ser discreto e sempre se travestia em casa, quando tinha certeza de estar sozinho.

Lucas cuidava bem do corpo, da pele, dos cabelos, certamente era muito mais bonito, asseado e cheiroso que seus colegas. À medida que ganhava confiança ao observar suas formas que a cada dia pareciam mais sensuais, tomou para si as lingeries que deixaram de servir em sua mãe e passou a ousar mais dentro de casa, exibindo-se cautelosamente nas janelas da casa, por trás das cortinas. A sensação de poder estar sendo observado era muito excitante, mas ainda assim tomava muito cuidado temia ser descoberto, e que contassem para sua mãe, que costumava receber visitar de vizinhos e amigos. … Continuar a leitura disso… »