Subscrever-se no SeuPrazer.Net – Fetiches Subscrever-se nos SeuPrazer.Net – Fetiches comentarios

Postagens que tem a tag ‘Brasil’

Manual para ser um corno (Cuckold fetish)

296992_102102246568698_100003067691084_15941_62242606_n

INTRODUÇÃO
A muitos homens casados com a mesma fantasia sexual, ser corno, essa fantasia e muito mais popular nos estados unidos do que no Brasil, mas de uns tempos para cá, o numero de chifrudos aumentou muito.

A palavra que define esse fetiche é “CUCKOLD”, ela vem de “CUCKOO” aquela pequena ave de relógios, os machos dessa espécie geralmente aceitam a fêmea promiscua.

Cuckoo

O QUE E SER UM CUCKOLD?
Ser CUCKOLD e ter o desejo de ver ou saber que sua esposa tem relações sexuais com outros homens, nesse tipo de relação geralmente o marido coloca sua esposa no comando da vida conjugal e passe a ser submisso a ela.

… Continuar a leitura disso… »

Conheças as 50 celebridades mais sexy do Brasil

Pedofilia NÃO é crime - POLÊMICO
Não, não é o que você esta pensando. Este não é uma apologia a Pedofilia, e sim, um post informativo. Pode ser chocante para muitos, mas a Pedofilia não é crime no Brasil e em diversas outras partes do mundo. Alias você sabe o que é Pedofilia?
1. Definição
Na verdade, o que muitos chamam popularmente de pedofilia é na verdade um conjunto de várias parafilias relacionadas a idade. É a mesma coisa que acontece com a fotocópia, que é conhecida como xerox, e a lã de aço, chamada popularmente de bombril.
Explicando Melhor – Uma parafilia é uma atração sexual em alguma coisa que não o ato sexual e suas preliminares entre dois seres humanos adultos e normais. Este interesse sexual pode ser medido em diversas intensidades. Alguns médicos afirmam que as parafilias são uma espécie de desordem mental. Outras parafilias conhecidas são o exibicionismo, o fetichismo e o voyeurismo. Estima-se mais de 547 tipos diferentes de parafilias.
A pedofilia faz parte de um grupo de parafilias chamado Cronofilia, junto a Nepiofilia, Hebefilia, Efebofilia, Teleiofilia e Gerentofilia. O termo Cronofilia não é muito usado pelos sexologistas e refere-se por atrações sexuais fora da sua faixa de idade.
Explicando Melhor – A Nepiofilia é a atração sexual por infantes e crianças até 3 anos; A Pedofilia é a atração sexual por crianças prepubescentes acima dos 3 anos; A Hebefilia é a atração sexual por crianças pubescentes; A Efebofilia é a atração sexual por adolescentes; A Teleiofilia é a atração por adultos, geralmente usada quando uma criança ou adolescente tem uma atração sexual incomum por pessoas adultas; e a Gerentofilia, que é a atração sexual por idosos. Vale lembrar que, exceto pela Nepiofilia, não existem idades exatas para definir quando se aplica cada uma dessas parafilias.
Só mais uma coisa, pedofilia vem do grego, onde ‘pedo’ significa criança e ‘filia’ que significa amizade, afinidade, atração, amor, afeição. Ou seja, tambem pode ser interpretada como ‘amor por crianças‘, ‘afinidade com crianças‘ e até ‘atração por crianças‘, o que pode dar um sentido totalmente diferente a palavra. Explicado corretamente o que é a Pedofilia, vamos partir para a parte criminal.
2. Leis
Pedofilia não é crime, e quem pratica pedofilia não é criminoso. Pode parecer estranho, principalmente quando ouvimos na televisão que fulano ou cicrano foi preso por pedofilia. Mas isso é apenas uma simplificação erronea do problema. Como visto lá em cima, a pedofilia é uma atração sexual. Entre se sentir atraído sexualmente por crianças e fazer sexo com crianças existe um grande abismo. Legalmente, você pode sentir atração sexual pelo que você quiser. E se considerarmos o significado literal de pedofilia, qualquer pessoa que goste de crianças, mesmo não-sexualmente, seria um pedófilo.
Quando uma pessoa é presa por ‘crime de pedofilia‘, na verdade ela está sendo presa por dois crimes – Estupro, art. 213 do Código Penal, e atentado violento ao pudor, art. 214 do Código Penal, agravados pela presunção de violência prevista no art. 224, “a”, do Código Penal, ambos com pena de seis a dez anos de reclusão e considerados crimes hediondos.
E qual seria o correto, então? O correto seria utilizar o termo abuso sexual de crianças e adolescentes, embora legalmente também não exista este termo no Código Penal.
Agora vem o mais impressionante – mundialmente, apenas um quarto dos abusos sexuais de crianças e adolescentes são praticados por pedofilos. E ainda, existem estudos ainda não-comprovados que na verdade apenas de 5% a 10% sejam realmente pedófilos, uma vez que diversos diagnosticos clínicos tenham desmentido pessoas que se declaravam pedófilas. Esses abusos sexuais são praticados por pessoas que simplesmente acharam mais fácil fazer sexo com crianças, seja enganado-as ou utilizando de intimidação ou força. Também se reportam caso de pessoas que simplesmente atacaram crianças por que não tinha mais ninguém por perto!
Levando em consideração que a pornografia infantil é crime – seja por ter fotos e vídeos, seja por ter um site com pornografia infantil ou mesmo um link para um site que contem pornografia infantil – talvez alguns de vocês estejam imaginando como os pedófilos satisfazem estes desejos sexuais, já que não o praticam. Pois bem, muitos acreditam que eles se voltem para o Lolicon e o Shotacon.
Explicando Melhor – Lolicon, ou Lolita Complex, é uma palavra japonesa de mesmo sentido de pedofilia. Um desenho Lolicon é um desenho onde o foco são gartoas menores de idade fazendo sexo. O Shotacon, ou Shôtaro Complex. é a mesma coisa, mas se referindo a garotos.
O Lolicon e o Shotacon é permitido no Japão, sob o argumento que os menores de idade apresentados nestas obras são ficticios, e, como não existe envolvimento de uma menor de idade real, não existe crime algum. Fora do Japão, entretanto, alguns países proibem o Lolicon e o Shotacon, como Canadá, Austrália e Nova Zelandia, enquanto outros tentam proibi-lo. O principal argumento contra ambos seria o incentivo ao abuso sexual de crianças e adolescente, embora não exista nenhuma comprovação cientifica do mesmo. Inclusive, existem casos de pessoas presas por portar revistas com imagens de lolicons, que declararam ter deixado de ver pornografia infantil em prol dos mangás lolicon.
Outra valvula de escape são sites de contos eróticos que se especializam ou possuem setores especificos para história ficticias de sexo entre menores, ou entre um menor e um adulto. A condição legal destes contos ainda não fora debatida, mais por falta de conhecimento da existência destes contos, e geralmente possuem a mesma condição dos lolicon e shotacon.
3. Enfim…
Vocês devem estar se perguntando – Portillo, afinal, por que você postou isso? [Posso até ouvir a voz do Eduardo Moreira ou do Jonny Ken me fazendo esta pergunta].
Acontece que os meios de comunicação costumam usar pedofilia no lugar de ‘abuso sexual de menores’. Este é um erro da mídia que pode ter conseqüências muito maiores do que simplesmente trocar ‘cracker’ por ‘hacker’, pois confunde uma condição psicológica com um ato criminoso. Não pode utilizar-se de termos tão ‘próximos’ sem avaliar as conseqüências. Inclusive, eu cheguei a ler uma entrevista com um pedófilo, que fora extremamente ofendido por que as pessoas fizeram esta confusão de termos – por ignorância mesmo -, que não acontece somente no Brasil, mas no mundo inteiro.
E por fim, gente, não custa nada saber os termos corretos de cada coisa. Eu sei de muita gente que tem dor de cabeça com a ignorancia de termos em diversas áreas. Curiosidade, gente.
4. Fontes
Olha, eu não vou poder colocar todas as fontes que tive para esta pesquisa. Esta pesquisa na verdade estava pronta a semanas, e eu acabei perdendo os endereços de muitos dos sites que basei estas informações. Inclusive, confirmei alguns termos cerca de três ou quatro vezes! A única base que posso colocar aqui é a Wikipedia em inglês e português, e o Google, onde realizei diversas buscas para saciar minhas dúvidas.
Aguardo os comentários e as possíveis pedradas.
Update:
Aqui estão algumas das fontes que consegui recuperar.
http://www.mail-archive.com/penal@grupos.com.br/msg02545.html
http://denuncia.uol.com.br/
http://altieresrohr.com.br/2008/08/pedofilia-nao-e-abuso-sexual-infantil/
http://www.investidura.com.br/component/content/article/3620.html?joscclean=1&comment_id=165
http://en.wikipedia.org/wiki/Pedophilia
http://www.leadershipcouncil.org/1/pas/RAG.html

Não, não é o que você esta pensando. Este não é uma apologia a Pedofilia, e sim, um post informativo.

Pode ser chocante para muitos, mas a Pedofilia não é crime no Brasil e em diversas outras partes do mundo.

Alias você sabe o que é Pedofilia?

  • 1. Definição

Na verdade, o que muitos chamam popularmente de pedofilia é na verdade um conjunto de várias parafilias relacionadas a idade.

É a mesma coisa que acontece com a fotocópia, que é conhecida como xerox, e a lã de aço, chamada popularmente de bombril.

Explicando Melhor – Uma parafilia é uma atração sexual em alguma coisa que não o ato sexual e suas preliminares entre dois seres humanos adultos e normais. Este interesse sexual pode ser medido em diversas intensidades. Alguns médicos afirmam que as parafilias são uma espécie de desordem mental. Outras parafilias conhecidas são o exibicionismo, o fetichismo e o voyeurismo. Estima-se mais de 547 tipos diferentes de parafilias.

A pedofilia faz parte de um grupo de parafilias chamado Cronofilia, junto a Nepiofilia, Hebefilia, Efebofilia, Teleiofilia e Gerentofilia.

O termo Cronofilia não é muito usado pelos sexologistas e refere-se por atrações sexuais fora da sua faixa de idade.

A Nepiofilia é a atração sexual por infantes e crianças até 3 anos;

A Pedofilia é a atração sexual por crianças prepubescentes acima dos 3 anos;

A Hebefilia é a atração sexual por crianças pubescentes;

A Efebofilia é a atração sexual por adolescentes;

A Teleiofilia é a atração por adultos, geralmente usada quando uma criança ou adolescente tem uma atração sexual incomum por pessoas adultas;

A Gerentofilia, que é a atração sexual por idosos.

* Vale lembrar que, exceto pela Nepiofilia, não existem idades exatas para definir quando se aplica cada uma dessas parafilias.

Só mais uma coisa, pedofilia vem do grego, onde ‘pedo’ significa criança e ‘filia’ que significa amizade, afinidade, atração, amor, afeição.

Ou seja, também pode ser interpretada como ‘amor por crianças‘, ‘afinidade com crianças‘ e até ‘atração por crianças‘, o que pode dar um sentido totalmente diferente a palavra.

Explicado corretamente o que é a Pedofilia, vamos partir para a parte criminal…

… Continuar a leitura disso… »

Crentes montam o primeiro site Pornô Cristão - POLÊMICO

“Eu levo uma vida dupla. Sou pastor em período integral, mas na maior parte do tempo fico sozinho no escritório da igreja, baixando vídeos pornô na internet. Sinto-me simplesmente incapaz de conter isso”.

A confissão, contundente em sua sinceridade, está na página virtual do ministério SexxxChurch (www.sexxxchurch.com), uma iniciativa que mistura muita originalidade, uma boa dose de ousadia e muita polêmica.

O site se propõe a socorrer almas perdidas no universo da pornografia, uma cadeia que a cada dia prende mais pessoas, inclusive crentes.

Pelo menos um em cada dez evangélicos tem coragem de assumir problemas nesta área. Contudo, a quantidade deve ser bem maior, já que o receio dos efeitos negativos de uma confissão perante a família e a igreja faz com que muitos prefiram ocultar o desvio de comportamento.

Mantido por uma equipe ligada à Igreja Projeto 242, uma comunidade evangélica que fica no centro da cidade de São Paulo, o SexxxChurch não foi feito para crentes, já que tinha uma proposta evangelística. Mas em pouco tempo percebeu-se que a demanda principal estava situada do lado oposto da trincheira. “A maioria dos e-mails que recebíamos eram de pessoas que se identificavam como cristãos, membros de igrejas ou líderes, e que tinham enormes problemas com o vício da pornografia”, relata João Mossadihj, 25 anos, conhecido como Jota, um dos idealizadores da página deste ministério evangélico nada ortodoxo.

… Continuar a leitura disso… »

Nova modalidade sexual: Sexo Virtual

Vivemos atualmente uma nova modalidade sexual: o Sexo Virtual!

O domínio do computador por um número cada vez maior de pessoas, aliando as facilidade dos envolvimentos a distância e a privacidade oferecida pela Internet.

Os desejos e fantasias se expressam de forma explícita e ao mesmo tempo, sigilosa, pelos caminhos da net, desencadeando uma nova e não menos grave moléstia, os viciados pelo sexo virtual.

Pesquisas revelam que os Estados Unidos, são hoje detentores de mais de dois milhões de pessoas viciadas em sexo virtual.

Pessoas que chegam a navegar entre 15 a 20 horas por semanas, senão mais, nos sites de sexo.

No Brasil não temos dados estatísticos mas certamente somos também detentores de um número respeitável de brasileiros, viciados em sexo virtual.

O que pode acabar acontecendo é que os relacionamentos pré-existentes se tornem tão frágeis que muitos casamentos e relações estáveis podem se desfazer.

As pessoas criam uma fantasia tão mágica com relação a necessidade da própria sexualidade que o sexo se transforma em excitamento imediato com tanta força, que o simples fato de estar frente ao computador, pode desencadear um estímulo sexual incontrolável.

… Continuar a leitura disso… »

Elas morreram no parto...

Estive pensando, a maior das vantagens de ter o próprio blog, é que não tenho que dar satisfações a algum chefe, sobre o que eu ando postando ou não. Basta que eu encontre algo que me chame a atenção, para mim separar e compartilhar, sendo assim, é difícil de definir ao certo este blog, pois além de BDSM, sexo, hentai, gibis, vídeos, parafilias diversas, tem muita informação, conteúdo e campanhas. Ass. Domme Keka

Olhe bem para estas jovens mulheres. Elas são o retrato de uma vergonha brasileira:

o alto índice de mortalidade materna.

 Mães que morreram no parto

Quando a mãe não voltou para casa, Alice tinha muitas perguntas.

“Cadê minha mãe? Onde está o bebê? Por que minha mãe não volta?”

Depois de ouvir as respostas, parou de falar. Tentava, mas não conseguia. Quando conseguia, gaguejava. Com Alice foi assim: primeiro perdeu a mãe, depois as palavras. E só tinha 5 anos. Outros cinco se passaram. E Alice perdeu mais.

… Continuar a leitura disso… »