Subscrever-se no SeuPrazer.Net – Fetiches Subscrever-se nos SeuPrazer.Net – Fetiches comentarios

Postagens que tem a tag ‘alegria’

Paula Fernandes - Meu eu em você

Eu sou o brilho dos teus olhos ao me olhar
Sou o teu sorriso ao ganhar um beijo meu
Eu sou teu corpo inteiro a se arrepiar
Quando em meus braços você se acolheu

Eu sou o teu segredo mais oculto
Teu desejo mais profundo, teu querer
Tua fome de prazer, sem disfarçar
Sou a fonte de alegria, sou o teu sonhar

Eu sou a tua sombra, eu sou teu guia
Sou teu luar em plena luz do dia
Sou tua pele, proteção, sou teu calor
Eu sou teu cheiro a perfumar o nosso amor

Eu sou tua saudade reprimida
Sou teu sangrar ao ver minha partida
Sou teu peito a apelar gritar de dor
Ao se ver ainda mais distante do meu amor

Sou teu ego, tua alma
Sou teu céu, o teu inferno, a tua calma
Eu sou teu tudo, sou teu nada
Sou apenas a tua amada
Eu sou teu mundo, sou teu poder
Sou tua vida, sou meu eu em você

Iniciação por Escravo Insano

Foi o primeiro estalo de tua chibata em minhas costas que me deu confiança em ti, sublime Lady. Uma confiança que não sentira antes, uma com que Mulher nenhuma me havia presenteado. Tua força fez com que me entregasse a ti. Meu corpo, teu corpo… Minha dor, teu prazer, meu prazer.

Junto ao entreguismo de meu físico, veio o de minha alma. Com os gemidos de dor, veio a certeza da subserviência a um ser de espírito elevado. A cada toque, sentia a esperança da jovialidade que carregas contigo. Em teu beijo, encontrei uma cápsula que me levaria ao infinito… Escapismo total.

Homem dominado

A teus pés, senti algo novo e revitalizante… Ao me amarrares, era a ti que me sentia preso. Ao me punires, vinha o alívio de que meu destino, finalmente, estava sendo cumprido. Em teus olhos, o carisma, a alegria e o poder de uma Mulher especial, que parece também fugir da mesmice deste mundo cretino e desta sociedade podre.

Magnífica Rainha , tiraste de mim muitos medos e frustrações. Fizeste teu papel de Dama Suprema; eu, de pobre vassalo. Não há descrição que possa contar como é servir-te e estar sob teu poder, pois o entendimento humano é ainda muito superficial para entender e aceitar isso.

Apenas o futuro dirá se, um dia, terei a honra de te chamar de “minha única e verdadeira Dona”, bem como se terei o prazer de ouvir de teus lábios “este é meu único e verdadeiro escravo”. Todavia, creio termos plantado uma singela semente. Se crescerá bem, não sei. Se dará frutos, quem dirá? Como toda e qualquer árvore, é a ação do tempo e das intempéries que fará uma primavera mais feliz.

Fonte: Escravo Insano